Resumo

Esta resenha discute criticamente a conferência Instrumentos Linguísticos para análise do discurso político proferida pelo professor Uli Reich no evento Abralin ao Vivo, em que o autor apresenta conceitos linguísticos do campo da pragmática formal que podem ser utilizados para compreender a configuração ideológica de textos ou enunciados. Mais especificamente, Reich apresenta os conceitos de fundo comum ou common ground (STALNAKER, 2002), Questions under discussion (ROBERTS, 2012), implicaturas convencionais (POTTS, 2005) e “mesa” (FARKAS; BRUCE, 2010), para então analisar trechos da reunião interministerial realizada em 22 de Abril de 2020 pelo governo de Jair Bolsonaro. Por meio da análise, o professor demonstra quais fundos comuns são projetados pelos discursos proferidos pelos interlocutores presentes. A fala de Reich, além de ser uma aula sobre o papel da Linguística na compreensão da atualidade, fornece subsídios para o desenvolvimento de uma leitura crítica do mundo.