Resumo

A conferência de Margarida Salomão aborda a atual guerra, levada a cabo por uma militância anticientífica no Brasil e no mundo, contra as Ciências Humanas e Sociais, e o papel dos Estudos da Linguagem neste cenário. Para tanto, a pesquisadora assume as seguintes perspectivas: as pesquisas realizadas por Fillmore, Lakoff, Marcuschi e Pinker, no campo dos Estudos da Linguagem, e os questionamentos de Foucault e Tomasello, no campo da Cultura e da Política. Tais referências são empregadas em uma análise calcada em dados empíricos da realidade contemporânea. Apresenta-se um ponto de vista otimista, que coloca a vitória das Humanidades como um caminho a ser alcançado por meio da reflexão interdisciplinar, colocando as Humanidades, os Estudos da Linguagem, as Ciências Biológicas e a Política em diálogo.