Resumo

Esta resenha visa a apresentar e comentar três pesquisas reunidas na mesa-redonda intitulada “O corpo na gramática: gestos na construção dos sentidos”. Os referidos estudos possuem como interesse comum a dimensão corporal da linguagem como meio de produção de sentidos. São três as abordagens trazidas pelos pesquisadores: (1) uma de cunho sociolinguístico, (2) outra de feição cognitivo-interacionista e intercultural e, por fim, (3) uma terceira, relacionada à variação intracultural de gestos emblemáticos. A utilização de tecnologias para sanar problemas até então tratados marginalmente no âmbito da ciência linguística também constitui ponto de intersecção entre os trabalhos aqui expostos. Espera-se que a presente resenha possa motivar o leitor a buscar maiores informações sobre as pesquisas analisadas neste espaço.