Resumo

Neste artigo tratamos de outputs convergentes em gramática considerando dois processos variáveis do português brasileiro que se superficializam com desnasalização final. Assumindo a necessidade de formalização para explicitar o fenômeno de convergência de outputs, problematizamos sua análise na perspectiva de regras e de restrições.