Resumo

Este trabalho trata de generalizações de resultados relacionadas à lateral em coda silábica em dados do VARSUL, com base na proposta de BAILEY e TILLERY (2004). Foi possível generalizar as variáveis dependentes de QUEDNAU (1993), TASCA (1999) e COSTA (2003) em Porto Alegre. Seguindo outro tipo de interpretação, constatou-se que há, no Rio Grande do Sul, variantes da lateral como regra telescópica. Por fim, são apresentadas dificuldades e limitações encontradas.