Resumo

O presente estudo põe em pauta, a partir da Análise do Discurso, a questão da determinação linguística na Gramática Histórica de Said Ali (1931), estabelecendo como questão central a determinação enquanto observatório dos processos discursivos. Para tanto, busca entender como construções determinativas acerca de mudanças na língua, presentes na referida gramática, materializam processos discursivos e como se dá a de-sintagmatização de saberes que aí intervêm. Analisa, também, que jogos de força entram em cena, nesse processo, especialmente com relação ao campo de disputa língua culta x língua popular.