Resumo

Neste estudo de caso, objetiva-se analisar as mudanças ideacionais nas representações de Brás Cubas, narrador e personagem principal de Memórias Póstumas de Brás Cubas (ASSIS, 1881) presentes na tradução de Alatorre (1951). Neste artigo, o conceito de mudanças ideacionais, cunhado por Rodrigues-Júnior e Garcia de Oliveira (2015), é entendido como a alteração em qualquer elemento da transitividade que provoca uma representação no texto alvo (TA) diferente daquela do Texto Fonte (TF) (HALLIDAY; MATTHIESSEN, 2014). O procedimento metodológico utilizado foi o uso das ferramentas do WordSmith Tools para descrição e análise dos elementos de transitividade. As análises confirmam a hipótese da pesquisa, a de que houve escolhas que provocaram mudanças ideacionais na representação ficcional de Brás Cubas. Verificou-se, igualmente, que as mudanças ideacionais nem sempre provocam a alteração na equivalência semântica.